May 1st, 1994 - 1 de maio de 1994

🇧🇷 Hoje eu gostaria de homenagear esse guerreiro que alegrava os nossos domingos. E os domingos? Nunca mais foram os mesmos depois do dia 1 de maio de 1994.

Não sou nenhum fanático pelo automobilismo.

E que que o Senna, tem a ver com o Jiu-Jitsu? Se ele treinava ou algum dia treinou isso eu nĂŁo sei. Mas a mentalidade e a postura de um verdadeiro campeĂŁo, sim ele tinha. NĂŁo Ă© a toa que vários atletas brasileiros e internacionais de diversos esportes prestam homenagem atĂ© hoje. Eu por exemplo, quando eu encontro alguma dificuldade nos meus treinos, eu lembro do Senna. Ele se tornou um expert em pista molhada, pois quando ele era criança treinava com o seu kart em dias de chuvas enquanto as outras crianças paravam de treinar. Aplico essa mesma mentalidade nos tatames. 

O Brasil sempre teve os problemas sociais, corrupção, ou seja, tudo Ă© mais difĂ­cil. Mas o Ayrton Senna, nos mostrou que com dedicação, paixĂŁo, trabalho, a gente pode chegar lá apesar das dificuldades.

Em sua homenagem, compartilho uma entrevista e um filme sobre a sua vida.

Obrigado Senna!

🇺🇸 Today I would like to talk about this warrior who brought joy to the brazilian people on Sundays. By the way, Sundays were never the same after May 1st, 1994.

I'm not a racing fan.

And what does Senna have to do with Jiu-Jitsu?

Did he train Jiu-Jitsu? That I don't know but he had a mental and posture of a true champion. No wonder why several Brazilians and International athletes of various sports have him as an inspiration. For example, when I find trouble with my Jiu-Jitsu, I remember of Senna. He became a wet track expert because as a kid he trained with his kart on rainy days while the other kids stopped training. Because of him I use the same mentality on the mats.  

Brazil has always had social problems, corruption, and everything is more difficult compare to the United States or a first world country. But Ayrton Senna, showed us that with dedication, passion, work, we can get there despite the difficulties.

In his honor, I share an interview and a film about his life.

Thank you Senna!